Transtorno Alimentares

 

 
   

De acordo com o papel de uma monografia, esta deve apresentar um tema atual e de impacto na sociedade. Assim, cada monografia cumpre um papel social além do educacional.
Os transtornos alimentares são fatores psicofísicos que cada vez mais estão presentes na sociedade contemporânea, sendo essencial seu estudo e acompanhamento.
Um ótimo tema para uma monografia de Psicologia ou de Medicina Social.
Os transtornos alimentares podem ser classificados de acordo com seu gênero:
- Tipo restritivo: perda de peso através de dieta, jejum ou realizando exercício intenso.
Anorexia nervosa:
- Tipo compulsivo/purgativo: acessos de alimentação compulsiva e vômitos.
- Tipo purgativo: induz a si mesmo o vômito e usa laxantes, diuréticos e edemas.
Bulimia nervosa:
- Tipo não purgativo: mecanismos compensatórios como jejuns, exercício físico intensivo (LABANCA, 1999).
DEFINIÇÃO DE ANOREXIA E BULIMIA
Anorexia Nervosa: De acordo com a Associação Médica Brasileira, é um transtorno mental que consiste na rejeição a manter um peso corporal mínimo normal, medo intenso a ganhar peso e a uma alteração significativa da percepção da forma ou tamanho do corpo.
Os principais sintomas da anorexia são:
• Rejeição a manter o peso corporal acima do mínimo adequado para a estatura, chegando a situações de magreza extrema.
• Medo intenso a engordar, inclusive quando o peso é muito baixo.
• Sensação de estar gordo/a em geral ou em algumas partes do corpo, como nádegas, coxas, abdômen. Têm uma percepção de seu corpo que não é real. Ainda que esteja realmente delgados/as, seu espelho lhes diz que seguem estando gordos/as.
• Aparece outro tipo de problemas físicos que acompanham à desnutrição, como é no caso das mulheres a retirada ou o atraso da menstruação (YAGER, 2000).
• Exercício físico excessivo.
• Conduta alimentar estranha: come de pé, corta os alimentos em pequenos bocados.
• Incremento das horas de estudos e diminuição das de sonho.
Tudo isso pode produzir na o/enferma/ou uma série de consequências físicas e de comportamento:
• Perda de peso alarmante.
• Amenorreia (perda de menstruação).
• Aparição de pelo ou intolerância ao frio.
• Tensão baixa, arritmias.
• Isolamento social
• Irritabilidade.
• Pânico a ganhar peso.

Bulimia nervosa: É uma doença mental que consiste em alimentação compulsiva e em métodos compensatórios inapropriados para evitar o ganho de peso.
Seus sintomas mais correntes são:
• Preocupação obsessiva pela comida, com desejos irresistíveis e incontroláveis de comer, alimentando-se compulsivamente de comida em curtos períodos de tempo e geralmente a escondidas. (duas vezes por semana num período de três meses)
• Condutas inapropriadas de maneira repetida com o objetivo de não ganhar peso: vômito autoprovocados, abusa de laxantes, diuréticos, edemas ou outros fármacos; Jejuns e exercícios excessivos.
• Menstruações irregulares.
• Peso normal ou ligeiro sobrepeso.
• Medo a subir de peso (OMS, 1993).
Tudo isso pode produzir na o/enferma/ou uma série de consequências físicas e do comportamento:
• Lesões nas mãos pelos vômitos autoprovocados.
• Vômitos e diarreias incontroláveis.
• Subidas e baixadas de peso.
• Obsessão pela comida.
• Depressões e ameaça de suicídio.
• Isolamento social.
• Falta de autoestima.
As pessoas que sofrem de anorexia e bulimia possuem um caráter obsessivo o que significa que se preocupam constantemente pelo peso e a dieta. No entanto, a personalidade destes pacientes é diferente. Assim, a anoréxica costuma estar considerada como "menina modelo": perfeccionista, excelente estudante, com um nível intelectual elevado e com tendência a fugir dos conflitos.
Preocupam-se excessivamente pelo que opinem os demais dela, costumam ter demasiado autocontrole. Não obstante as bulimias costumam serem mais impulsivas intolerantes e se frustram mais (ALA, 1998).

Fonte do site: Mega Curioso